Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

InMyDefence

As varandas enfeitadas

Agosto 11, 2018

Nem ha minuto e meio... eu-me saudades das varandas enfeitadas, da procissao e do cheiro das velas que caia nas maos durante as ondeantes voltinhas pelo bairro. Os santos saiam da Igreja enfeitados de flores, nonitos em ombros e a ladainha cantava musicas que falavam de compaixao, medo e esperanca. Nos pecadores iamos atras, as criancas contentes no adro a cantar e saltar a correr, a procissao vinha e cada uma ja tinha a sua vela rodeada de papel para pourpar as maos. Uma noite o MArco incendiou o cabelo da Patricia, diveertiu-se dizem e a mae zangada depois, com razao.

As colchas brancas estendiam-se menos la em casa, o meu avo nao gostsava dessas ideias de dar nas vistas e nao havia excepcoes. E a volta era grande rodeava muitas ruas, e eu so ia para aquele lado do bairro naquela altura, era comos e fosse uma aventura no desconhecido.

Nao me lembro quando foi a ultima procissao.

 

As vezes no Verao iamos passear pelo Bairro, havia uns baloicos desconfortaveis de ferro e ia ate la com a avo e a irma, Com mais sorte ia ao Jardim da Nespera e divertia-me nuns ferros azuis que e' do que me lembro! Depois andei numa escola ali ao lado, com ma fama e fui feliz la, esfolei os joelhos e fui vitima de bullying ninguem ligava e tambem ninguem me ligava. Sofremos uma cheia e as azedas murchavam na afogadas na agua, foi uma animacao mas jamais me lembro duma chuva assim, ate' achoq ue ficamos uns dias em casa e a escola fechada!

Conheci-a de sempre do sarau de ginastica e eu de totos, dos maiots rosa da loja do Manecas, o cheiro da madeira e as fitas de ginastica ritmica ou o cavalo que nunca consegui fazer ate ao fim. A Escola ja nao existe, mas e'e pena, o sitio onde estava era mau mas lindo com uma vista sobre o Tejo deslumbrante e agora um lado liga ao outro o que veio desvalorizar as belas casas da outra rua.

 

As varandas enfeitadas e a cela, memorias de infancia com sabor a pao com manteiga molhado no cafe... e a Vitoriana tinha os maiores bolos e o Ponto Final reunia conversas da vida dos habitantes daquele bairro. Sorte tinham os que moravam na Mira Fernandes: boas casas e boas vidas, elevadore coisa rara na altura e ate nas Olaias ja havia o Club a piscina, o predio arco-iris e os predios com conduta d elixo. Inovacoes tal como quando o centro comercial abriu nos idos findos dos anos 80 e veio o Mario Gomes e a Osram oferecia bolas insuflaveis brancas e laranjas, a loja era brilhante, bonita e iluminada e aquela papelaria carissima em que nunca comprei nada... tanta coisa que vai...

E a Graca... outro dia...outro texto.

Nao ha coincidencias [?]

Agosto 05, 2018

Quais as probabilidades de encontrar uma resposta inesperadamente num programa de TV ja gravado? Quais as probabilidades de encontrar exactamente a duvida, a resposta a inquietacao de falta de memoria em lembrar a musica que silenciosamente cantava na cabeca?

Vamos la... vejo sempre um programa da SIC, muitas vezes ouco mais do que vejo, pouca paciencia para apenas ficar a ver as pessoas falares, vou explorando outras coisas online ou ate arrumando quotidianices... entretanto estava a ler noticias e salta-me ao ouvido uma conversa deles sobre uma musica e a frase I'm yours salta-me ao ouvido, o cerebro em turbilhao comeca a tentar fazer o check de files, a tentar saber porque aquelas palavras tinham feito flash... isto tudo em milionesimos de segundo e ouvindo mais atentamente o nome do cantor da musica - Jason Mraz - comecei a pensar que subitamente por ter deixado let it go a musica tinha vindo a mim e confirmando com o imenso Youtube, entendi que sim era aquela musica que nao sei porque jurava ser de um cantor latino e tinha procurado, no dia anterior, no repertorio de outro cantor.

 

E' que nem uma linha me lembrava, se duma linha lembrasse facil teria sido encontrar no google a resposta. E assim de repente, estava ali no meu ouvido a resposta. Quais as probabilidades de falarem nesta musica? que foi famosa ha 14 anos? nem sequer e' de agora... nao e' incrivel? nao e' impressionante? e' isto a lei da atracao? e' que o programa foi gravado esta semana ha dias e a minha duvida era de ontem.

Coincidencias estranhas, para mais numa manha que me pus a questionar a existencia, a vida, quem me rodeia. E nunca mais me consigo decidir de onde quero que a minha vida va, aquela frase do Saramago: ' Chegamos onde nos esperam' [estou a citar de cor] a verdade e' que eu sei que sei.

Aquele lugar encantado que desde sempre esta la. Fazer o que realmente gosto - escrever. Porque sera que as vezes encontramos lugares, sensacoes, pessoas e sabemos que ha ali uma conexao qualquer que no futuro se revela pertencer ou nos pertencermos a... e sabemos e revisitamos que a sensacao outrora foi exatamente a mesma de outras situacoes similares.

Nowadays, as pessoas de sucesso tem linkedin e network e uma rede de conhecimentos que as impulsiona, eu nao sei como chegar, nao sei que fazer e como tal preciso de saber primeiro o que quero. Refletir e pensar ou sentir, o que quero, tracar um plano e cada vez mais me pergunto se nao estou no sitio errado.

Nao sinto errado ter vindo para aqui, sinto apenas que preciso de mais de conseguir mais para fazer mais, viver mais e sentir mais. Cada vez mais acho que a vida sao experiencias e nao coisas, claro que e' bom ter coisas! Mas precisamos muito menos do que achamos e de preferencia de qualidade e qualidade e gostos vao sendo definidos por quem somos e experiencias de vida. Como num ciclo nunca somos iguais logo a nossa casa nao deve ser a mesma ao longo da nossa vida, mas a qualidade e' importante. Bem... talvez nao nos moveis do Ikea que nos permitem comprar barato, ser criativo e mudar o layout la de casa enquanto nos sentimos reenergizados pela mudanca.

Ha tanto por descobrir.. e saber que a vida nao chega, o tempo nao nos da tempo para sabermos as respostas.

Ha anos que ouco o Herman dizer sabiamente que quando estamos preparados para saber viver, quando ja tivemos as experiencias e ja aprendemos alguma coisinha vapt vupt a vida esfuma-se... porque afinal humanos somos que nao vivemos muito.

Isto e' tudo efemero e as pessoas perdem muito tempo a estigmatizar preconceitos a avaliar relacoes, a enganar os outros. Actualmente posso dizer que a maior desilusaod a minha vida foi uma das pessoas mais importantes da minha vida, porque lhe atribui um papel e uma grandeza que nao tinha e nao... nao era um amor, era um dos pilares duma familia.

Nao somos semi-deuses e nao podemos endeusar os outros, os seres humanos tem falhas e alguns grandes falhas muito disfarcadas e o amor por eles ainda nos tolda mais, ainda nos faz mais aquele truque que acontece em Italia e o monumento parece estar a mao e afinal....sempre esteve distante...

 

And nothing's going to stop me but divine intervention

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D