Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

InMyDefence

InMyDefence

11
Ago18

As varandas enfeitadas

inmydefence

Nem ha minuto e meio... eu-me saudades das varandas enfeitadas, da procissao e do cheiro das velas que caia nas maos durante as ondeantes voltinhas pelo bairro. Os santos saiam da Igreja enfeitados de flores, nonitos em ombros e a ladainha cantava musicas que falavam de compaixao, medo e esperanca. Nos pecadores iamos atras, as criancas contentes no adro a cantar e saltar a correr, a procissao vinha e cada uma ja tinha a sua vela rodeada de papel para pourpar as maos. Uma noite o MArco incendiou o cabelo da Patricia, diveertiu-se dizem e a mae zangada depois, com razao.

As colchas brancas estendiam-se menos la em casa, o meu avo nao gostsava dessas ideias de dar nas vistas e nao havia excepcoes. E a volta era grande rodeava muitas ruas, e eu so ia para aquele lado do bairro naquela altura, era comos e fosse uma aventura no desconhecido.

Nao me lembro quando foi a ultima procissao.

 

As vezes no Verao iamos passear pelo Bairro, havia uns baloicos desconfortaveis de ferro e ia ate la com a avo e a irma, Com mais sorte ia ao Jardim da Nespera e divertia-me nuns ferros azuis que e' do que me lembro! Depois andei numa escola ali ao lado, com ma fama e fui feliz la, esfolei os joelhos e fui vitima de bullying ninguem ligava e tambem ninguem me ligava. Sofremos uma cheia e as azedas murchavam na afogadas na agua, foi uma animacao mas jamais me lembro duma chuva assim, ate' achoq ue ficamos uns dias em casa e a escola fechada!

Conheci-a de sempre do sarau de ginastica e eu de totos, dos maiots rosa da loja do Manecas, o cheiro da madeira e as fitas de ginastica ritmica ou o cavalo que nunca consegui fazer ate ao fim. A Escola ja nao existe, mas e'e pena, o sitio onde estava era mau mas lindo com uma vista sobre o Tejo deslumbrante e agora um lado liga ao outro o que veio desvalorizar as belas casas da outra rua.

 

As varandas enfeitadas e a cela, memorias de infancia com sabor a pao com manteiga molhado no cafe... e a Vitoriana tinha os maiores bolos e o Ponto Final reunia conversas da vida dos habitantes daquele bairro. Sorte tinham os que moravam na Mira Fernandes: boas casas e boas vidas, elevadore coisa rara na altura e ate nas Olaias ja havia o Club a piscina, o predio arco-iris e os predios com conduta d elixo. Inovacoes tal como quando o centro comercial abriu nos idos findos dos anos 80 e veio o Mario Gomes e a Osram oferecia bolas insuflaveis brancas e laranjas, a loja era brilhante, bonita e iluminada e aquela papelaria carissima em que nunca comprei nada... tanta coisa que vai...

E a Graca... outro dia...outro texto.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D