Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

InMyDefence

InMyDefence

Aveiro

 

Um dia apaixonada por ti parei em Aveiro e esperei, tinha sido fantastico partilhar aquela viagem contigo como se fossemos um casal de namorados, de mao dada e sorrisos nos labios, de olhos nos olhos, felizes por estarmos juntos.

 

Perdeste o comboio e acabaste com a minha ilusao que quase estourara na minha imaginacao, fiquei furiosa e frustrada. Como tu nao tinhas conseguido cumprir um horario? Como tinha sempre de esperar por ti? Nunca chegavas a tempo e eu esperava e simplesmente tinha a paciencia de ignorar a tua falta de sensatez.

E assim Aveiro ficou ali da janela a saber-me a nada, nem ovos moles, nem ria, e eu a tentar nao ch

orar porque quase sentia o momento que nao viveriamos! Tenho de voltar a Aveiro, atravessar as ruas, comer ovos moles, fotografar as casinhas das riscas, descobrir o moliceiro , fotografar a ria...

Talvez nesse dia me ria, de lembrar dessa memoria que nunca sera, o dia em que em Aveiro parariamos a comer ovos moles, a passear de mao dada, a olhar o sol e a Ria, talvez combinassemos fotos com o moliceiro ou as tais casinhas.

 

Eramos felizes e a vida ainda deu para tal.